2 de abr de 2012

Profissionais de educação da rede municipal de ensino de SP iniciam paralisação hoje


São Paulo – Profissionais de educação da rede municipal de ensino de São Paulo entram em greve a partir de hoje (2). A paralisação foi decidida durante assembleia na ultima quarta-feira (28) e tem como objetivo reivindicar melhores condições de salário e trabalho.


A rede pública municipal paulistana possui mais de 74 mil profissionais em exercício. A greve foi decidida durante assembleia geral, após a administração Gilberto Kassab (PSD) não atender às reivindicações salariais de 2012 e se posicionar a favor da decisão do Tribunal de Justiça de que todas as creches e pré-escolas municipais deverão funcionar durante as férias escolares.

A categoria decidiu centralizar os esforços da campanha salarial de 2012 nas seguintes reivindicações: aumento do piso salarial; fim dos contratos de terceirização de serviços e rede indireta; redução da jornada de trabalho para 30 hora semanais, sem redução de salário; antecipação dos índices de reajustes garantidos para 2013 (10,19%) e de 2014 (13,43%); redução do número de alunos por sala de aula; melhoria do atendimento médico hospitalar, atendimento à demanda em todas as modalidades de ensino; entre outros pontos.

A paralisação deve continuar até quarta-feira (04), data em que os professores voltam a se reunir em uma assembleia na Praça do Patriarca, no centro da cidade, para decidir se darão continuidade à greve.

Fonte: Rede Brasil Atual - 01.04.12

Um comentário:

  1. Retificando: é CEI e não creche, pois pertence à Secretaria Municipal de educação. Os professores de CEI reivindicam férias e recesso.
    Obrigada.

    Professora Lêda ( CEI )

    ResponderExcluir