16 de jun de 2009

Educação - Expansão abre 38 mil vagas em 82 novas escolas federais

Por Rokatia Kleania - Do blog da Professorinha
A expansão da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, com a criação de 214 unidades de ensino, já resultou em 38 mil vagas em cursos gratuitos de educação profissional e tecnológica em todo país. Estão em funcionamento 82 novas escolas. O investimento é de R$ 520 milhões. Outras 132 serão entregues em 2010. A expansão implica investimentos totais de R$ 1,1 bilhão.

O balanço da expansão comprova o maior investimento já feito em educação profissional no país. Das 132 escolas em processo de implantação, 114 estão com obras em andamento, 15 em processo de licitação e 13 na fase de elaboração de projetos arquitetônicos. Apenas quatro, no Distrito Federal, estão no estágio inicial de doação de terreno.

A rede passa pela maior expansão de sua história, desde que o presidente Nilo Peçanha criou, em 1909, 19 escolas de aprendizes e artífices. Elas deram origem aos centros federais de educação profissional e tecnológica (Cefets). Até 2002, foram construídas apenas 140 escolas técnicas em todo o país. Em 1998, a Lei n.º 9.649, barrou a criação de escolas técnicas federais. A situação só começou a mudar em 2005, com a edição da Lei n.º 11.195.

Somente este ano, cem novas escolas técnicas serão entregues — 12 já estão em funcionamento. “É uma verdadeira revolução no setor. Estamos levando educação profissional pública de qualidade a todas as regiões do país”, afirma o secretário de educação profissional e tecnológica do Ministério da Educação, Eliezer Pacheco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário