1 de jun de 2009

Qual a relação do Secretário da Educação Paulo Renato com os livros didáticos?

No blog do Cloaca News (abaixo), a matéria destaca a ligação do Secretário (foto) com a consultoria PRS Consultores.
" ...
está estruturada para prestar assessoria na área educacional a entidades privadas, organismos governamentais, instituições internacionais multilaterais e entidades do terceiro setor, atuando tanto no Brasil quanto no exterior".

Isto É

Algumas empresas relacionadas: Editora Moderna, uma das maiores fornecedoras de livros didáticos para o setor público; Positivo, um dos maiores fabricantes de computadores e de implantações de tecnologia na educação.

Veja:

GIGANTE DOS LIVROS DIDÁTICOS TEM SECRETÁRIO DA EDUCAÇÃO DE SERRA COMO CONSELHEIRO







O deputado federal licenciado e atual Secretário da Educação do governo de José Serra, Paulo Renato Souza, não é apenas um mero lobista das editoras de livros didáticos em nosso país (como você viu na postagem anterior, o escritório de lobby do tucano ocupa o mesmo corredor no prédio em que está a sede da Avalia, uma das empresas do Grupo Santillana, cliente da PRS Consultores).

PRS
(Paulo Renato de Souza)


Na verdade, as relações de Paulo Renato com o conglomerado espanhol da "indústria do conhecimento" são bem mais estreitas e transcendentais. Uma visitinha básica ao site da Fundação Santillana (a fundação/quem somos) basta para encontrarmos nosso personagem ocupando um assento no Conselho Consultivo da organização, ao lado de Fernando Henrique Cardoso, José Sarney, Cristovam Buarque e Nélida Piñon.
No mesmo site, você também encontrará a notícia abaixo, demonstrando que o tucano é mesmo bom de serviço.
.
Oito mil professores da rede pública debatem em São Paulo a competência comunicativa na escola
.
São Paulo – 30/04/09 - Oito mil professores da rede estadual e municipal de São Paulo lotaram ontem o Ginásio do Ibirapuera na capital do estado para participarem do VII Congresso Internacional de Educação, realizado pela Fundação Santillana, com o patrocínio da editora Moderna e apoio das secretarias estadual e municipal da educação de São Paulo, da Unesco e da OEI – Organização Ibero-Americana para a Educação, Ciência e Cultura. O congresso foi organizado sob o tema “A Educação no Contexto das Múltiplas Linguagens”.O Secretário da Educação de São Paulo e ex-ministro da pasta, Paulo Renato de Souza, falou aos professores na cerimônia de abertura do evento. Paulo Renato afirmou que hoje o principal desafio da secretaria não é mais a expansão da rede pública escolar e sim assegurar a qualidade do ensino oferecido às crianças. “O objetivo agora é desenvolver o senso crítico nos alunos e a capacidade de aprender, um desafio que não terá êxito se os professores não o acolherem em sala de aula”, disse. Este foi a cerne do evento - discutir e propor aos docentes o uso de diferentes linguagens no processo ensino-aprendizado.

Veja ainda na Isto É dia 08.04

Um comentário:

  1. Roberto, eu li, fiquei brava.
    Eles estão desesperados e tentam qq coisa.
    Eu sou professora, ganho mal, sofro com esta política egoísta, e vendo o país com dificuldades, as pessoas sofrem com as injustiças.
    precisamos fortalecer as campanhas para que as pessoas tenham consciência social, e percebam esta farsa, eles jogam qq coisa para atrapalhar a política que dá certo do Lula, que é ajudar os pobres, levantar o país na economia, mostrar para o mundo o que dá certo etc.
    O jornal impresso está em crise há muito tempo.
    Concordo com você e precisamos revolucionar, tem que ser divulgado para o mundo.
    Abç

    ResponderExcluir