20 de jul de 2009

NOTÍCIA FALSA COMO NOTA DE 3

Os noticiários da mídia e os posts dos blogs da oposição estão recheados de falsa indignação por conta da foto acima. Falsa como nota de 3. Essa oposição que está agora esbravejando por conta da foto, até pouco tempo atrás estava propondo que Collor saísse candidato para presidente em 2010. Tinha até slogan: "Collor 2010, Volta Collor". Vamos aos fatos. Collor foi eleito senador da república em seu estado, Alagoas. Foi eleito no voto na urna, pelo povo de Alagoas. Se o presidente Lula vai ao estado de Alagoas inaugurar uma obra do PAC, o que deveria fazer? Impedir que o senador da república eleito por aquele povo fosse à inauguração? Fingir que ele não estava presente? Humilhá-lo em seu estado, diante do povo que o elegeu? O partido de Collor faz parte da base aliada do governo Lula, que está ajudando o presidente Lula a construir um país de todos. O presidente Lula é o presidente do Brasil, presidente de todos os brasileiros, um estadista, não poderia agir diferente. O presidente Lula passou por cima de disputas eleitorais passadas sem guardar mágoa, nem rancor. O presidente Lula agiu com imensa civilidade, e com respeito pela instituição legislativa.
O presidente Lula, no exercício do seu mandato, tem muito em comum com um bom médico. Eu explico. Um bom médico, um bom profissional da área da saúde – e disso eu entendo – não julga, não menospreza, não deixa de atender o paciente da melhor forma possível. Seja este assassino, ladrão, estuprador, bandido, para os profissionais da saúde em exercício é, antes de qualquer coisa e acima de tudo, um ser humano que depende da nossa capacidade, do nosso conhecimento, para salvar sua vida, diminuir o sofrimento, aliviar a dor. Depois de restabelecida a sua saúde, cabe às autoridades policiais e judiciárias julgá-lo pelos crimes cometidos. Não cabe aos profissionais da área da saúde nenhum julgamento, muito menos atos de negligência ou omissão que ponham em risco a vida do paciente. Ou para a mídia e para a oposição virulenta e burra os profissionais da saúde são parceiros dos bandidos por salvarem suas vidas?
Collor sofreu impeachment, foi responsabilizado por seus atos desastrados e ficou oito anos fora da política. Pagou pelos seus erros. Voltou à vida política pelas mãos do povo de Alagoas, que o elegeu. É um senador eleito pelo povo desse estado, e seria um desrespeito do presidente Lula para com o povo que o elegeu não permitir que Collor estivesse nesse evento, destratá-lo, ou ignorá-lo. O presidente Lula já foi abraçado até pelo Serra, pelo FHC, pelo Maluf, Alckmin, Arthur Virgílio, Kassab! Não tem como se esquivar disso porque é o presidente da República Federativa do Brasil. Se esses políticos estão na vida publica, ocupando cargos, foi porque foram eleitos. E o presidente Lula faz um governo para todos, atende a todos, sem olhar partido ou ideologia. Coloca cima de tudo o Brasil e o povo brasileiro. O presidente Lula está certíssimo em agir assim, inclusive para garantir a governabilidade, o entendimento, a paz. Garantir também que sejam aprovados os projetos que vão beneficiar milhões de brasileiros. A oposição enoja ao tentar achincalhar o presidente Lula. Desmoraliza-se porque demonstra ignorância e burrice ao não reconhecer um verdadeiro estadista.

Jussara Seixas - editor do Blog da Dilma. - 20.07.09

Nenhum comentário:

Postar um comentário