25 de jul de 2009

O cerco apertou na Coreia do Sul, e que sirva de exemplo!

Pois é, para quem anda cochilando com o ativismo contra o famigerado projeto do AI5 digital do Azeredo, acorde, pois desta vez o recado veio da Coreia, através da Denise Arco Verde, veja os Twitts:

Acordei com uma bomba. A nova lei de Copyright coreana ameaça c/ seis meses sem internet, quem for pego baixando arquivos.

O mesmo “banimento da internet” por seis meses pode ser aplicado a quem usar material sem autorização em blogs ou redes sociais.

Já parei todos meus downloads. Com a eficiência tecnológica coreana, a lei vai pegar e eu não quero arriscar viver seis meses sem internet.

@junniorkopke e o compartilhamento de arquivos aqui é SUPER comum porque temos a internet mais rápida do mundo, baixo um filme em minutos.

@e_s_ estou tão atordoada com a notícia que não tinha pensado nisso. Imagina viver na Coreia, dependendo dos filmes que passam no cinema!

@e_s_ Ah… mas vocês ainda tem o cinema da Fundação. Aqui tem um cinema de arte, mas ou é coreano ou com legenda em coreano

@valbarbieri não sabemos detalhes, mas certamente arquivos por email vão escapar :-) @tatals li que vários países vão implementar a lei

Mais da lei de copyright na Coreia: os mecanismos de busca não podem ter anúncios de nenhum serviço de compartilhamento de arquivos P2P.

Quem for pego baixando arquivos na Coreia não terá que pagar aquelas quantias absurdas, pedidas pelas gravadoras, vai pra “pequenas causas”

O que eu acho pior, porque é mais viável e realista e, dessa forma, mais gente poderá ser julgada e condenada…

Resumindo… quem tá aí no Brasil comece a levar a sério o #meganao pra não ter de correr atrás do prejuízo, depois.

Veja a matéria no Korea Times

Na minha opinião esta tendência de seguir o modelo HADOPI de desconexão é uma tremenda estupidez, que so poderia provir de mentes totalitárias e conservadoras, que fazem questão de ignorar a Internet e seus benefícios. O mesmo usuário que faz download e que perderá a conexão por seis meses, é o mesmo usuário que produz e compartilha informação, faz compras online, utiliza internet banking, envia sua declaração de imposto de renda pela Internet, e principalmente é aquele que constroi marcas e as dissemina na web, ou será que os “dinos” ainda não acreditam que a web é o melhor espaço para fazer negócios que existe.

Quando as filas dos bancos aumentarem consideravelmente, quando as vendas e cursos online cairem vertiginosamente, e quando marcas perderem seus valores, os “dinos” totalitários terão percebido o tamanho de sua estupidez…

Por Caribé - Trezentos - 25.07.09

Nenhum comentário:

Postar um comentário