14 de set de 2009

CRECHE E 3º TURNO DESAFIAM KASSAB NA EDUCAÇÃO

LÍVIA SAMPAIO - Agora - 12-09-09

Antigos problemas da rede municipal de educação, como o terceiro turno e a falta de vagas em creches, vão atravessar a administração de Gilberto Kassab (DEM), que comandará a prefeitura nos próximos quatro anos.

Por outro lado, houve avanços na entrega dos uniformes --finalmente chegaram no prazo em 2008-- e as escolas e salas de lata foram extintas em 2007. Quentes no verão e frias no inverno, as unidades eram herança da gestão Celso Pitta (1997-2000), da qual o prefeito Kassab foi secretário.

O turno na fome, com horário de aulas das 11h às 15h, continua em 2009 e só deve acabar em 2010. O próximo ano começa com 68 escolas funcionando no regime. Em agosto, serão 44.

O prefeito havia prometido acabar com o terceiro turno até o final deste ano. A justificativa para o atraso são problemas com as obras.

Essa mesma justificativa é utilizada para os CEUs. Ao contrário do compromisso assumido, os 25 CEUs de Kassab --escolões municipais com blocos de esporte e cultura iniciados na gestão de Marta Suplicy (PT)-- só ficarão prontos no ano que vem. Até este ano foram 20 inaugurações.

O prazo era dezembro, mas, depois de atrasos em obras em CEUs como o Vila Formosa (zona leste), o prefeito esticou o compromisso para o início do próximo ano letivo.

Para a próxima gestão, o maior problema será acabar com a histórica falta de vagas em creches. Kassab prometeu terminar com a espera até o final da próxima gestão, que encerra em 2012. Os dados oficiais mais recentes são de junho e mostram 110 mil crianças na fila por creches.

A principal arma para acabar com o déficit, criar de 40 mil novas vagas por meio de PPP (Parceria Público-Privada), está parada no TCM (Tribunal de Contas do Município), que questionou a licitação. Para o ano quem, o compromisso é criar 20 mil novas vagas. A gestão Serra/ Kassab criou 48 mil vagas para crianças de 0 a 3 anos, passando de 61 mil em 2005 para 109 mil em 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário