20 de jul de 2009

Trem-bala do Rio de Janeiro a São P aulo

Trem de Alta Velocidade (TAV)
Conceito e Vantagens
Evolução do sistema de trens de alta velocidade no mundo Iniciativas no Brasil

Conceito e Vantagens

Sistemas ferroviários de alta velocidade utilizados no transporte de passageiros compreendem, em geral, linhas ferroviárias projetadas e construídas para trens capazes de desenvolver velocidades iguais ou superiores a 200 km/h.
A ferrovia de alta velocidade se mostra mais adequada quando opera entre pares de cidades em que a distância entre elas fica na faixa de 500 a 600 km. Acima dessa distância, a viagem aérea torna-se mais competitiva e a participação relativa de mercado da ferrovia de alta velocidade fica menor. De forma geral, em função de suas características, a implantação e operação desses sistemas estão associadas às seguintes vantagens: - indução ao desenvolvimento regional, aliviando áreas de maior densidade urbana; - redução de gargalos dos subsistemas de transporte aeroportuário, rodoviário e urbano; - postergação de investimentos na ampliação e construção de aeroportos e de rodovias; - menor uso do solo comparado à construção ou ampliação de rodovias; - redução de impactos ambientais e emissão de gases poluentes em decorrência do desvio da demanda do transporte aéreo e rodoviário para o TAV; - redução dos tempos de viagem associados à baixa probabilidade de atrasos; - aumento do tempo produtivo para os usuários; - geração de empregos diretos e indiretos; - redução dos níveis de congestionamento e do número de acidentes em rodovias.

Leia mais

Fonte: Ministério dos Transportes - 17.07.09

Nenhum comentário:

Postar um comentário