16 de ago de 2009

Serra usa R$ 26 milhões dos cofres de SP em pesquisas para 2010

É o governo de SP `trabalhando´você

É o governo de SP `trabalhando´ para você

O governo de José Serra gastou neste ano nada menos que R$ 26 milhões em pesquisas, encomendadas por diferentes secretarias estaduais. Os dados que serão levantados por essas pesquisas são um elemento poderoso para, entre outras finalidades, montar a estratégia eleitoral para 2010.

A totalização dos valores desembolsados pelo governo se deve a um levantamento produzido pelo blog NaMaria News – e reproduzido também no Viomundo, do Luiz Carlos Azenha.

Segundo o NaMaria – que reproduz a publicações do Diário Oficial sobre essas despesas - Serra usa dinheiro público para contratar empresas que prestam serviços de “suporte para implementação de solução de gestão de conhecimento e geoprocessamento, para implantação do Programa de Avaliação pelos Usuários”. O texto parece claro e elucidativo? Não muito, segundo constata o próprio NaMaria:

Tal nome pomposo, entretanto, esconde outras idéias. O que você vai conhecer agora, é prática iniciada há dois anos pelo Governador José Serra e, claramente, foi fruto de artimanhas de seu Gabinete. Não foram fatos isolados. Nem esporádicos. Até o momento, foram gastos R$26.050.450,00 em preparação de informações para a campanha de 2010.
Pesquisas podem ser feitas a qualquer momento, são legais. Mas deixam de sê-lo quando os resultados, por exemplo, não são divulgados ou não são feitos para vir à público; são ilegais quando os resultados ficam restritos e não resultam em ações ou sequer tentativas de melhorias caso apontem problemas, mas transformam-se em estatísticas positivas numa tortura de números em favor do contratante, especialmente em períodos eleitorais. Pesquisas são ilegais quando não são isentas de interesses próprios; quando o pesquisado é obrigado a responder e colocar mais dados pessoais, além de e-mail e telefone celular. São ilegais quando pegam esses mesmos dados pessoais e os entregam à empresas privadas sem consentimento ou conhecimento do pesquisado. Quem, como eu, esperou pelas respostas e ações durante este tempo todo, mas só o que viu foi um crescimento desesperado de negócios, não pode mais ficar aguardando. Chegou a hora de contar esta história.

Leia a íntegra do texto no blog NaMaria News

Por Paulo Henrique Amorim - 06.08.09

Nenhum comentário:

Postar um comentário