7 de out de 2009

Serra não aceita que declarem (verdades) seu governo ser responsável pela destruição do ensino em São Paulo, prefere retaliar.

PSDB quer tomar mandato de Chalita. Tucanos não toleram declarações feitas por Chalita.

Jornal da Tarde (JT)

Chalita_mandato 

http://ideianobolso.files.wordpress.com/2007/06/serra_fuzil.jpghttp://www.terra.com.br/istoegente/331/fotos/chalita_01.jpg
Chalita se arma para manter mandato, que PSDB quer tomar

Clarissa Oliveira – O Estado SP

O vereador Gabriel Chalita (PSB-SP) vai investir no argumento de que o PSDB abandonou princípios programáticos, na tentativa de manter o mandato que exerce há apenas dez meses. O plano começou a ser traçado após consulta ao departamento jurídico do PSB, em resposta à notícia de que seu ex-partido pedirá na Justiça sua cadeira na Câmara Municipal.

A posição da direção tucana de cobrar a aplicação da regra da fidelidade partidária foi tomada anteontem, em reunião para avaliar a ida de Chalita para o PSB. “A decisão de sair do partido já era suficiente para pedirmos seu mandato e a situação foi agravada pelas declarações dele à imprensa”, disse o presidente do PSDB no município, José Henrique Reis Lobo.

Ao migrar para o PSB de olho na disputa para o Senado, Chalita criticou o PSDB e o governador de São Paulo, José Serra. Ontem, em nota, o vereador reagiu à decisão da cúpula tucana: “Antes tentavam me impor o silêncio. Agora querem também o mandato.” Ele afirmou que o PSDB contraria “posições históricas de Franco Montoro e Mário Covas” e não poupou Serra, que “não dá aos professores o devido valor”.

Por Luis Favre - 07.10.09

Nenhum comentário:

Postar um comentário