20 de ago de 2009

SERRA E KASSAB JOGAM FORA DINHEIRO DA EDUCAÇÃO


Por Professor - 20.08.09

De vez em quando, num cantinho da Folha de José Serra (Folha de São Paulo), sai alguma crítica, para disfarçar um pouco.

O que a Folha publicou escondidinho, a gente precisa espalhar:

"O governo federal reservou dinheiro para 107 escolas estaduais e 135 municipais, localizadas nas regiões mais pobres da cidade e do Estado de São Paulo --e, por isso, com mais dificuldades de ensino. Cada escola teria direito a uma verba de R$ 68 mil anuais, destinada a promover programas de esportes, cultura e comunicação que aumentem a jornada escolar. Vemos aqui mais um daqueles exemplos de desperdício de recursos públicos.

Os governos Serra e Kassab não pegaram o recurso, apesar do interesse de muitos diretores. Mas o recurso só vai para a escola mediante autorização das secretarias da educação, que preferiram ficar distantes.

As cúpulas das duas secretarias tinham a informação de que se não credenciassem as escolas, o dinheiro não viria e seria perdido --o que ocorreu nesta semana. Mas, até ontem, o Ministério da Educação afirmava que se pedissem o recurso, haveria, excepcionalmente, a reabertura das inscrições.

A única explicação que consigo imaginar para esse desperdício são as eleições --ou seja, a suspeita de que o ministro Fernando Haddad, paulista, seja candidato para algum cargo eletivo.

Como diz o ditado, quando os elefantes brigam quem sofre são as formigas --no caso, os meninos e meninas de escolas públicas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário