21 de set de 2012

Na XVI Pan-Amazônica do Livro são aguardados cerca de 450 mil pessoas


Feira de Livros. Foto: Hangar
A programação reunirá 218 estandes e contará com apresentações culturais

A 16a edição da Feira Pan-Amazônica do Livro, que acontece entre os dias 21 e 30 de setembro, em Belém, terá a presença de diversos expositores de vários cantos do país. A cada ano, o evento literário de maior dimensão da Região Norte surpreende pelos números, tanto de público quanto de vendas. São esperados cerca de 450 mil visitantes. Sediada no Hangar  Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, a programação reunirá 218 estandes e contará com apresentações teatrais, homenagens, gincanas, seminários e debates.

 Alocados nos estandes estarão 500 editoras e mais de 90 mil livros serão expostos no evento, que ainda contará com apresentações teatrais, homenagens, gincanas, seminários e debates. O patrono da Feira este ano é o maestro, escritor e compositor santareno Wilson Fonseca, conhecido como Mestre Isoca, que completaria cem anos em 2012.

 Além do maestro, a feira homenageará a cultura e literatura lusitana, trazendo escritores portugueses como Lídia Jorge, romancista com livros vendidos em mais de nove países; Gonçalo Tavares, escritor e professor universitário e José Luis Peixoto, narrador e dramaturgo, entre muitos outros convidados. Durante os nove dias da programação, sempre a partir das 19 horas, haverá o Encontro Literário, onde os convidados conversarão com a platéia e serão mediados por jornalistas, dramaturgos e outros especialistas em literatura.  Entre as atrações deste ano estão o escritor Joca Terron colaborador do programa Entrelinhas, da TV Cultura; o ilustre Luis Fernando Veríssimo, famoso por seus textos de humor; o romancista e poeta Ariano Suassuna, arrebatador de grandes platéias e o ilustrador e criador da Turma da Mônica, Maurício de Souza.

A Editora Publisher Brasil estará presente no estande Clube do Livro com lançamentos: Ho Chi Minh, o camponês que liderou  um exército de camponeses na luta contra o moderno exército norte-americano; Telê e a seleção de 82, do jornalista Marcelo Mora, que resgata uma boa pesquisa do futebol, quando a bola e a arte se encontravam; ainda na área do futebol o Artilheiro Indomável, que traz a história do menino que virou ídolo de muitas gerações, Serginho Chulapa; o Professor Venício A. de Lima apresenta dois livros baseados em profunda pesquisa sobre a mídia brasileira, Liberdade de Expressão x Liberdade de Imprensa e Política de comunicações dos Governos Lula; A Explosão do Jornalismo, obra que compreende o confronto das redes sociais com o monopólio midiático; 1968 ... por aí Memórias burlescas da Ditadutra, romance escrito pelo geógrafo Mouzar Benedito relembra a reviravolta cultural, social, sexual e musical.

Das 17h às 18h30, com mediação de Joice Bispo dos Santos, o público poderá acompanhar os lançamentos e conhecer um pouco mais da produção literária regional.  A XVI Feira Pan-Amazônica do Livro contou com uma série de eventos preparatórios realizados na capital e no Baixo Amazonas, como forma de divulgar a programação e incentivar o gosto pela literatura principalmente entre os jovens.


Serviço
O quê: 16a Feira Pan-Amazônica do Livro.
Quando: de 21 a 30 de setembro de 2012
Onde: Hangar 1, das 10hs às 21hs.
Endereço: Av. Dr. Freitas s/n - Marco – Belém/PA.

Com informações da Pan Amazônica

Nenhum comentário:

Postar um comentário