22 de mar de 2010

José Serra manda PM tomar megafone de sindicalista, sob vaias,inaugura obra


Sob forte vaias de professores e de servidores estaduais da saúde, o governador José Serra (PSDB) esteve em Ribeirão Pretoontem para inaugurar obras de um hospital

Um dia após confirmar sua candidatura à presidência da República em uma entrevista na TV, o tucano anunciou um convênio com a Prefeitura de Ribeirão Preto que permitirá a construção do viaduto, mas negou que esteja fazendo campanha política com dinheiro público

Serra chegou à inauguração da obra cercado de seguranças, de prefeitos e políticos Os seguranças afastaram o governador do protesto que desenrolava a poucos metros de seu palanque.

No portão de entrada um grupo de professores,foram barrados pela Polícia Militar, bradava: exigiam aumento salarial e o que consideram melhorias na educação estadual.

Para que os manifestantes não fossem ouvidos durante o discurso de Serra, o volume de seu microfone foi aumentado. A ação não impediu que o tucano ouvisse críticas de outro grupo em campanha salarial, o dos servidores da saúde. Eles haviam chegado antes do evento e não foram barrados.

Ostentando faixas com críticas ao tucano, entre dezenas delas, integrantes do SindSaúde tentaram interromper várias vezes a fala do governador. Pretendiam fazer ainda mais barulho, mas o megafone do diretor regional do sindicato, Ricardo de Oliveira, foi tomado pela Polícia Militar antes dos discursos.

A Policia Militar, diz que recebeu ordens para barrar os professores e o megafone do sindicalista fosse tomado, para manter a ordem no local.

Questionado sobre a manifestação dos servidores nas inaugurações de que vem participando, Serra não respondeu.

Por Helena - Os amigos do Lula - 22.03.10

Nenhum comentário:

Postar um comentário